Auxílio Emergencial prorrogado: confira o novo valor e as novas regras.

2 minutos para ler

Desde o início da pandemia, o auxílio emergencial tem sido de muita ajuda para diversas famílias do nosso país, mas com o início da retomada das atividades econômicas uma grande dúvida se instalou dentre os brasileiros: “O auxílio emergencial vai continuar?”. 

A boa notícia é que o benefício irá continuar, porém, devido à queda da economia no país, de acordo com o nosso Governo, ficou inviável manter o mesmo valor. 

Como vão funcionar essas novas parcelas? 

O benefício terá quatro parcelas de R$300,00 para trabalhadores informais, desempregados e Microempreendedores Individuais (MEI’s). Em casos de mães solteiras chefes de família, o valor foi reajustado para quatro parcelas de R$ 600,00.  

Além dos pontos já citados acima, vale recordar que o benefício é válido somente para: 

  •  Quem tem acima de 18 anos; 
  •  Que a renda mensal familiar não ultrapasse meio salário mínimo por pessoa, (R$522,50) ou a renda total seja 3 salários mínimos (R$ 3.135,00). 

Pontos importantes: 

  • Aqueles que já são beneficiários não precisam solicitar novamente; 
  • Quem já recebe o benefício Bolsa Família, deve escolher entre um ou outro; 
  • Até duas pessoas por família podem receber o auxílio; 
  • O dinheiro será depositado nas contas poupanças digitais como já vinha sendo; 

Quando começo a receber o novo benefício? 

O Governo Federal ainda não liberou o novo calendário oficial de depósitos, mas afirmou que todas as parcelas serão pagas até o dia 30 de dezembro. 

Vale lembrar que quem não sacar ou não transferir o valor no prazo definido pelo regulamento, terá o dinheiro devolvido a conta única do Tesouro Nacional. 

Para mais informações, acompanhe o site do Governo Federal: https://www.gov.br/  

Posts relacionados

Deixe um comentário