cartão co-branded cartão co-branded

Conheça as vantagens do cartão co-branded

6 minutos para ler
Powered by Rock Convert

Já ouviu falar no cartão co-branded? Nos últimos anos, essa opção vem ganhando uma significativa notoriedade no mercado, especialmente porque é aceita em inúmeros estabelecimentos que possuem parceria com a bandeira.

Inclusive, existem muitas vantagens para o empreendedor que decide investir na opção, sendo uma estratégia extremamente eficiente para expandir a clientela e solidificar sua marca no segmento. Ainda assim, existem gestores que não entendem como a novidade funciona e, tampouco, os benefícios sólidos que ela pode proporcionar a um negócio.

Se você se identificou, não deixe a leitura para trás. Neste post, contamos tudo a respeito do cartão co-branded e as possibilidades que tal tendência pode oferecer para que sua empresa se destaque cada vez mais. Acompanhe e fique por dentro!

Afinal, o que é o cartão co-branded?

Para começar, vamos direto ao ponto e entender, de vez, em que consiste o cartão co-branded. Basicamente, podemos dizer que essa opção é criada a partir da parceria entre uma empresa com alguma instituição financeira.

Logo, a organização que está emitindo um cartão de crédito na modalidade co-branded também está, no fundo, terceirizando a emissão do seu cartão próprio. Isso pode acontecer entre administradoras especialistas no ramo ou os tradicionais bancos.

Aqui, o objetivo é conseguir fidelizar os clientes, liberando descontos exclusivos e facilitando a compra em qualquer estabelecimento — desde que o local aceite a bandeira previamente estabelecida no cartão.

Originário do inglês, o termo “co-branded” foi mencionado pela primeira vez por Henry Ford e quer dizer “cooperação” ou “união” com uma marca específica. No Brasil, existem vários exemplos de cartões que seguem essa linha, por exemplo:

  • parceria entre o Bradesco e a C&A;
  • parceria entre o Walmart e o Itaú;
  • parceria entre a Azul Companhias Aéreas e o Itaú e por aí em diante.

Como funciona

O cartão co-branded se popularizou bastante e, hoje, já é possível encontrar muitos lojistas que investem nessa opção. Dos principais tipos de estabelecimento que utilizam a modalidade, estão as marcas de roupa, as companhias aéreas, as redes de supermercado e de varejo.

Diferentemente do cartão de loja, a versão co-branded é emitida com uma bandeira, garantindo mais liberdade de compra para o consumidor. Veja a seguir alguns exemplos:

  • bandeira Visa;
  • bandeira Mastercard;
  • bandeira Elo;
  • bandeira American Express.

A bandeira atua como uma espécie de “ponte” entre a loja e o estabelecimento, fazendo com que a instituição financeira processe toda a compra. Em outras palavras, sua função é acessar as informações do banco para conferir o limite do cartão, assim como o seu saldo. Após essa etapa, ela poderá — ou não — liberar a transação.

Qual a diferença entre o cartão co-branded e o private label?

Ainda hoje, muitas pessoas têm o costume de confundir o cartão co-branded com o private label. Contudo, existe uma grande diferença entre eles. Para iniciar, o co-branded, ou “cartão do varejo”, é uma modalidade de crédito que pode ser usada em qualquer estabelecimento de crédito e parceiro da bandeira em questão.

As soluções private label, por sua vez, funcionam um pouco diferente. Nessas opções, o cliente não pode realizar compras em outras lojas, mas, sim, somente naqueles locais em que há parceria com o lojista.

Dessa forma, o private label fica vinculado apenas a uma determinada rede de varejo com a impossibilidade de ser usado em outras empresas. Vale destacar que essa modalidade é muito frequente em concessionárias, farmácias e, inclusive, algumas redes de supermercado. Bem simples!

Como usar o cartão co-branded

Não tem segredo. O cartão co-branded pode ser adquirido facilmente pelo consumidor — especialmente, por conta do baixo custo com a manutenção e as vantagens oferecidas para as compras em lojas parceiras. Entretanto, essas versões devem ser controladas, sempre conforme a necessidade e o perfil do usuário.

Segundo os especialistas, não é indicado fazer diferentes cartões para vários estabelecimentos, uma vez que essa atitude irá prejudicar na hora de administrar seus limites e pagamentos. A melhor saída é ter somente um cartão co-branded e fazer suas compras com ele, conseguindo assim, aproveitar mais vantagens e utilizá-lo de maneira eficiente.

As principais vantagens do cartão co-branded

Como você pode imaginar, existem vários pontos positivos ao investir no cartão co-branded. Por se tratar de um cartão originário de uma parceria comercial, os usuários podem contar com um pagamento facilitado nos pedidos da loja emissora.

Além disso, uma vez que a rede sempre deseja fidelizar o público, ainda há a possibilidade de desfrutar de descontos exclusivos. Em alguns casos, as promoções vão além, e os clientes conseguem participar de programas de fidelidade únicos, estimulando assim, as compras com excelentes custos-benefícios.

Inclusive, algumas empresas aproveitam a estratégia para criar “programas de pontos” com seus consumidores. Funciona assim: após atingir certo número de pontos em compras, esse valor pode ser trocado por descontos ou brindes. Tal atrativo é excelente, levando muitos usuários a preferir o cartão co-branded do que aqueles criados diretamente nas instituições financeiras.

Para resumir, criamos uma lista com todos os benefícios que essa opção consegue oferecer. Confira só quais são elas:

  • excelente oportunidade para fidelizar os clientes;
  • possibilidade de realizar compras em inúmeros estabelecimentos credenciados;
  • remuneração atrativa, já que certos emissores remuneram o estabelecimento com um percentual de pagamentos de tarifas ou gastos;
  • ótimo posicionamento de marca no mercado, permitindo que os clientes se lembrem frequentemente da empresa ao realizar uma compra;
  • zero inadimplência, já que quem assume os débitos é o banco — ótima alternativa para atrair o público;
  • aumento do poder de compra, garantindo que os consumidores comprem tanto à vista quanto a prazo em sua loja.

Como vimos, não faltam razões para que o cartão co-branded seja utilizado no mercado — independentemente do seu nicho de atuação.

Com essas vantagens, os clientes se sentirão mais estimulados e seguros a comprar em seu negócio, sendo uma ótima oportunidade para todos os envolvidos na transação.

Caso tenha gostado dessa opção, o que acha de entrar em contato conosco e conhecê-la a fundo? Nosso time de especialistas está pronto para atender você e solucionar todas as suas dúvidas. Aproveite!

Posts relacionados

Deixe um comentário