máquina de cartão taxas máquina de cartão taxas

Máquina de cartão: taxas e tarifas que o varejista precisa conhecer

8 minutos para ler

Cada vez mais, não aceitar o pagamento com cartão é a certeza de perder vendas. Porém, na hora de escolher qual máquina de cartão comprar ou alugar, surgem as temidas taxas cobradas pelas operadoras. O mercado oferece hoje uma enorme quantidade de opções de máquinas, e é necessário estudar as taxas e as especificidades de cada uma a fim de escolher a melhor opção.

Neste artigo, trazemos para você um pouco do cenário das compras com cartões no Brasil, as taxas das máquinas de cartão mais populares do país e o que mais você precisa considerar para fazer a sua escolha. É só seguir com a gente. 

O uso das máquinas de cartão no varejo brasileiro

Em 2018, os brasileiros movimentaram 1,55 trilhão de reais em compras com cartões, aumento de 14,5% em comparação a 2017. Os dados são da Abecs, a Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços. 

Já a pesquisa “O brasileiro e sua relação com o dinheiro”, do Banco Central, indicou que 52% dos brasileiros têm o hábito de pagar no débito. 4% dos entrevistados, inclusive, responderam que não usam dinheiro. O uso da máquina de cartão já é realidade em 46% dos pequenos estabelecimentos do país.

Essa chuva de números mostra que o Brasil está na mesma trilha dos países mais desenvolvidos do mundo, nos quais o pagamento com cartão supera metade do total de compras (a expectativa da Abecs é de terminar 2019 em 40%). O cartão oferece segurança e comodidade ao consumidor, e a ideia de outros tempos de que o cartão era “coisa de rico” ficou em um passado já distante.

Taxas cobradas pelas principais máquinas de cartão

Para apresentar as taxas e as cobranças das principais máquinas do mercado, nós decidimos dividi-las em três grupos, conforme o tipo de conexão à internet e a impressão ou não de recibo. 

Esse deve ser seu primeiro ponto de atenção, antes mesmo de olhar para os valores. Nas máquinas que não imprimem o recibo, é necessário digitar o celular do comprador para o envio do comprovante. Isso pode causar tanto resistência dos seus clientes quanto lentidão no seu PDV.

Abaixo apresentamos o valor da máquina e as principais taxas de alguns dos modelos da Pagseguro (UOL), SumUp, Cielo e Superget (Santander), marcas líderes no mercado nacional. Todas as máquinas de cartão citadas não têm aluguel.

Precisa de celular e não imprime recibo

Ideais para motoristas de táxi ou aplicativos, entregadores e trabalhadores autônomos.

Minizinha Pagseguro

R$ 58,80 à vista

Taxa para vendas no débito (recebimento em até uma hora em conta Pagseguro): 1,99%;

Taxa para vendas no crédito (recebimento em 30 dias): 3,19% à vista e 3,79% para vendas parceladas;

Taxa para vendas no crédito (recebimento em até uma hora em conta Pagseguro): 4,99% à vista e 5,59% para vendas parceladas.

SumUp Top

R$ 58,80 à vista

Taxa para vendas no débito (recebimento em até um dia útil): 1,90%;

Taxa para vendas no crédito à vista (recebimento em 30 dias): 3,10%;

Taxa para vendas no crédito à vista (recebimento em até um dia útil): 4,60%. 

Superget Mobile

R$ 24,00 à vista

Taxa para vendas no débito (recebimento em até dois dias úteis): 2,0%;

Taxa para vendas no crédito à vista (recebimento em até dois dias úteis): 2,0%.

Não precisa de celular e não imprime recibo

Ideais para para pequenos e médios comércios sem fluxo intenso no PDV.

Minizinha Chip 2 Pagseguro

R$ 106,80 à vista

Taxa para vendas no débito (recebimento em até uma hora em conta Pagseguro): 1,99%;

Taxa para vendas no crédito (recebimento em 30 dias): 3,19% à vista e 3,79% para vendas parceladas;

Taxa para vendas no crédito (recebimento em até uma hora em conta Pagseguro): 4,99% à vista e 5,59% para vendas parceladas.

Cielo MINI ZIP

R$ 118,80 à vista

Taxa para vendas no débito (recebimento em até dois dias úteis): 2,39%;

Taxa para vendas no crédito à vista (recebimento em até dois dias úteis): 4,99%.

SumUp On

R$ 238,80 à vista

Taxa para vendas no débito (recebimento em até um dia útil): 1,90%;

Taxa para vendas no crédito à vista (recebimento em 30 dias): 3,10%;

Taxa para vendas no crédito à vista (recebimento em até um dia útil): 4,60% 

Não precisa de celular e imprime recibo

Ideais para médios e grandes comércios com fluxo intenso de clientes no PDV.

Moderninha Pro

R$ 478,80 à vista

Taxa para vendas no débito (recebimento em até uma hora em conta Pagseguro): 1,99%;

Taxa para vendas no crédito (recebimento em 30 dias): 3,19% à vista e 3,79% para vendas parceladas;

Taxa para vendas no crédito (recebimento em até uma hora em conta Pagseguro): 4,99% à vista e 5,59% para vendas parceladas.

Cielo Flash

R$ 478,80

Taxa para vendas no débito (recebimento em até dois dias úteis): 2,39%;

Taxa para vendas no crédito à vista (recebimento em até dois dias úteis): 4,99%.

SumUp On

R$ 358,80 à vista

Taxa para vendas no débito (recebimento em até um dia útil): 1,90%;

Taxa para vendas no crédito à vista (recebimento em 30 dias): 3,10%;

Taxa para vendas no crédito à vista (recebimento em até um dia útil): 4,60%. 

Como escolher a melhor máquina de cartão para sua loja

O erro mais comum na hora de escolher qual máquina de cartão adquirir é olhar apenas para o valor da máquina. Além da questão da impressão de recibo em papel e do tipo de conexão à internet, que já comentamos, outros fatores devem influenciar na compra.

Taxas da máquina de cartão

Na hora de comparar as taxas, não basta apenas procurar o menor número. Se você pretende fazer vendas a prazo ou oferecer crediário, é importante prestar atenção especial às porcentagens cobradas nessas modalidades. Muitas operadoras trabalham com taxas progressivas em caso de parcelamento (ou seja, quanto mais longo o financiamento, maior a taxa paga à empresa).

Outro fator a ser observado é o custo para adiantamento. Tradicionalmente, o lojista recebe as vendas a crédito em até 30 dias, mas a maior parte das máquinas oferece a opção de receber adiantado com uma taxa maior.

Bandeiras

Todas as máquinas citadas aqui aceitam as duas bandeiras mais populares do mundo, Visa e Mastercard, mas se limitar às duas pode restringir o aumento de vendas esperado pelo comerciante. 

Para supermercados, por exemplo, é essencial conferir se a máquina de cartão escolhida aceita os vouchers mais populares na sua região — o popular vale-alimentação. Sodexo, Alelo, VR e Ticket são as quatro líderes de mercado nesse segmento. 

Ainda, algumas bandeiras são especialmente bem-sucedidas em regiões específicas do país, como a Hipercard no Nordeste. Outras são sucesso em classes sociais específicas. Cartões de loja, como os da FortBrasil, têm grande inserção nas classes C e D, enquanto American Express e Diners Club International têm seu público concentrado na camada mais rica da população.

Tipos de cartões

Alguns cartões, especialmente vales e cartões de loja, não têm o chip e devem ser utilizados deslizando a tarja magnética no leitor da máquina. É válido conferir se algum cartão popular com a sua clientela é desse tipo e, se for o caso, considerar a aquisição de uma maquininha compatível.

Por fim, os pagamentos com tecnologia NFC (quando o cliente apenas aproxima o cartão ou o celular da máquina) estão se tornando cada vez mais comuns. Então, lembre-se de que a maioria dos modelos mais baratos não conta com essa alternativa de pagamento.

Suporte, atendimento e garantia

É normal que o lojista que está trabalhando com cartões pela primeira vez tenha dúvidas na utilização dele. Confira com a administradora da máquina quais são os canais de comunicação disponibilizados aos clientes e cheque se os horários coincidem com aqueles do seu estabelecimento. 

Também pergunte sobre políticas de trocas de peça e sobre a manutenção. Observe, também, a garantia. A maioria das opções no mercado trabalha com prazos de três a cinco anos. Aqui vale o “quanto mais, melhor”. 

Em outras palavras, estude e pesquise. Felizmente, para o varejista, esse é um mercado extremamente competitivo, e as máquinas de cartão, taxas e valores vêm se tornando cada vez mais interessantes para o comerciante.

Se você gostou deste conteúdo, assine nossa newsletter e receba os melhores conteúdos da FortBrasil no seu e-mail.

Posts relacionados

Deixe um comentário